quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011

Sou Flor

Sou flor!
Pela beleza e ausência de dor.

Sou flor!
Estou em tantas campinas,
De corpo e alma fincada.

Sou flor!
Sem cor,
A espera que tu decidas meu tom.

Sou flor!
Gostaria de me colorir de carmim,
Cor de luz firme e vibrante.

Serei sempre flor e seja como for,
Estarei a te esperar,
No chão, frágil, a mercê do vento,
Enquanto espero teu intento.


Jane Bem

Um comentário:

  1. Um dos mais singelos e belos textos que você escreveu amiga! Belissímo!

    ResponderExcluir